Domingo, 15 de Agosto de 2010

- Preparar 1 aventura

Cuidados a ter antes de uma grande aventura

 

É importante para a sua segurança uma verificação da bicicleta antes de arrancar para uma grande aventura, para um passeio mais duro ou para uma caminhada mais longa, na estrada ou pela montanha fora. Leva menos de 1 minuto e evitará situações potencialmente perigosas ou no
mínimo desconfortáveis. Acredito que pareça óbvio e de senso comum para a maioria dos ciclistas, mas devido à sua importância achei necessário relembrar e até sistematizar esta preparação inicial. Pode lhe estar a escapar algum passo e é indispensável fazer essa verificação, nunca arrancando directamente para a estrada ou para o mato. Quer seja quando tira a bicicleta da garagem ou do carro, após uma queda mesmo que ligeira, ou mesmo após a ter estacionada na rua. É também importante garantir que antes de se aventurar saiba e tenha praticado montar e
desmontar uma câmara de ar, montado uma corrente e porque não, saber afinar um desviador, em especial os parafusos limitadores que em caso de quebra de cabo bem poderá ser-lhe útil.

 

1º Verificação

Primeiro que tudo verifique se existe algum cabo preso, solto ou com a protecção (espiral) rasgada.
Pressão dos pneus, empenos das rodas, superficie do pneus. Verifique ainda se as alavancas dos apertos rápidos da sua roda estão bem presas e seguras.

 

2º Travões

Verifique também os travões: veja se ambos os travões estão firmes e que travam a bicicleta. Se tiver travões B-Brake, verifique o desgaste e se os calços estão alinhado com a jante e não tocam nos pneus (pode ser perigoso numa travagem). Se forem a disco e óleo verifique se não há óleo a babar e se os discos estão alinhados e ambas as pastilhas no lugar.

 

3º Dropout e Desviador Traseiro

Ter atenção ao Drop-Out ou se o desviador traseiro estão tortos é também importante. No transporte, uma queda ou mau encosto podem entortar o desviador ou o drop-out (pequena peça de alumínio na ponta do quadro, junto roda traseira que funciona como um “fusivel” do quadro). Esse problema pode originar que em andamento ao se colocar uma mudança no carreto maior (1) levar o desviador a bater nos raios das rodas, arrancando alguns e partindo o desviador ou dropout. Retire o desviador partido, retire uma boa parte da corrente e tente imitar uma single speed no regresso a casa ou ao seu carro.

 

4º Transmição

É importante ver se as mudanças correm todas e se os desviadores não têm nenhum entrave ao seu percurso habitual. Nos pedaleiros mais velhos, se não há folgas ou parafusos desapertados no centro pedaleiro.

 

5º Guiador e Selim

Verifique se o guiador, avanço e espigão do selim estão bem presos e sem folgas, é muito perigoso uma falha nesses locais.

 

6º Equipamento

Por último, verifique o seu capacete se está bem colocado. É importante que esteja um pouco acima das sobrancelhas e não só no alto da testa por exemplo. Veja se não lhe está largo, se possível com sistema de aperto interior ajustável atrás e claro as fitas fechadas no pescoço. Use também sempre óculos de protecção e também luvas.

 

7º Arrancar

Logo no início, em velocidade lenta teste travões e todas as mudanças antes de se afastar do local de partida.

 

O que Levar:

Depois de verificar tudo é também importante ter atenção ao que levar numa viagem. É fundamental que leve consigo o documento de identificação, os dados sanguíneos e o contacto de emergência para em caso de acidente e claro alguns euros para uma emergência!
É importante não esquecer os remendos autocolantes, a bomba de ar, um conjunto. de saca pneus, um mini conjunto de chaves de fendas e Allen (sextavadas) com as medidas do seu avanço e espigão de selim pelo menos. Um pouco de fita-cola grossa (podemservir para aguentar alguma peça partida até casa). Telemóvel (com carga suficiente) em especial no caso de ir sozinho. Outras das recomendações são: um Kit de primeiros socorros, Zip-ties/abraçadeiras plásticas, um pouco de fita cola grossa, uma câmara de ar extra, chave de corrente para reparar facilmente uma corrente partida. No caso de pedaleiros antigos, uma chave que permita apertar o centro pedaleiro é muito útil. Também é importante ter em conta o que não se deve levar, como as chaves ou outros objectos nos casacos que em caso de queda podem ferir. Não leve também auscultadores que impedem de ouvir carros e outros ruídos de aproximação de perigo.

Carlos Vitorino às 20:02
|

MENU

TRUQUES E DICAS

- Bebida Isotónica

- Preparar 1 aventura

- Anti-furo

- Pneus

- Pressão dos pneus

- Limpeza do Camelbak

- Afinar mudanças

- Kit Tubeless

- Desempenar rodas

- Furos

- Pedalar +++